Governo do Ceará debate educação e discute parcerias comerciais com o Canadá

24 MAR 2018
24 de Março de 2018

A vice-governadora Izolda Cela recebeu nesta quinta-feira (22) o embaixador do Canadá no Brasil, Riccardo Savone. Participaram do encontro o secretário-chefe do Gabinete do governador, Élcio Batista, o secretário da Fazenda, Mauro Filho, o assessor para Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, Antônio Balhman, a secretária executiva de educação, Rita Colares, a ministra-conselheira da embaixada, Alison Grant, e Jason Reeve, conselheiro comercial e econômico da embaixada do Canadá.

“O Canadá é um case de sucesso em várias áreas. Nós, do Governo do Ceará, já tivemos a oportunidade de conhecer experiências em Quebec e Toronto na área da educação, saúde e tecnologia. É um país que se abriu para o mundo e que busca no Brasil novas oportunidades e temos todo o potencial para se tornar um grande parceiro em várias áreas”, disse Izolda Cela.

Durante a reunião, a vice-governadora explicou os desafios do Estado nas áreas da infância, juventude, violência e combate às desigualdades sociais. Além disso, Izolda Cela falou das conquistas e avanços nas áreas da infância e na educação do Ceará.

Izolda Cela explanou sobre as ações exitosas do Ceará nos últimos 12 anos, e destacou que uma das políticas públicas de maior sucesso, as escolas profissionais, completaram dez anos com excelentes resultados.

O embaixador Riccardo Savone reforçou a importância da educação profissional e disse que a proposta é tendência mundial. “No início, no final da década de 1970, sofremos preconceitos com uma proposta de educação que apoiasse os alunos realizando cursos técnicos profissionalizantes. Hoje, 30 anos depois, podemos dizer que o Ceará está caminhando numa linha de pensamento educacional que é tendência mundial”, destacou Savone.

 

Investimentos e parcerias

O secretário Mauro Filho destacou a importância da capacidade financeira do Ceará e o tratamento tributário do Estado para receber grandes investimentos.

“O Canadá pensa em fazer uma expansão de negócios e o Brasil está sendo considerado, e hoje eles avaliam onde investir no País. Por exemplo, a Air Canadá está expandindo seus voos aéreos e nós temos um hub, temos leis tributárias altamente competitivas que podem influenciar na escolha do Ceará. Eles tem fundos de pensão bastante ricos e que tem como característica de investimentos a longo prazo, o que nos permite pensar em investimentos de infraestrutura como portos e aeroportos”, destacou o secretário da Fazenda, Mauro Filho.

De acordo com embaixador Savone, o Canadá busca se integrar no comércio mundial. Atualmente, o país realiza tratativas iniciais para um acordo com o Mercosul e realizar de parcerias com o Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.

“Sabemos o que acontece nesse Estado. Sei que o Ceará é um local que recebe investimentos, proporciona oportunidades e possui muita transparência. Temos muitos investimentos no Brasil, poucos no Ceará e queremos acrescentar mais, pois temos fundos de pensão e investimentos do Canadá com grande potencial para investir” , reforçou o embaixador.

Voltar